Assine nosso RSS

Os 8 Principais desafios Apontados pelos Varejistas

abr - 19 - 2015
Daniel Domeneghetti

Para se manter em alta, o varejo brasileiro precisa superar uma série de desafios, como a perda de competitividade que está na mesma medida da falta de diferenciação na abordagem com o cliente. Os varejistas têm a consciência da necessidade de incluir o consumidor em sua cadeia de criação, produção e desenvolvimento de produtos, mas ter consciência não quer dizer colocar em prática.

O segmento precisa ir além de ações de marketing pontuais que validam apenas as cifras e não a experiência como um todo ao cliente. O desafio no contato face to face, ou virtual, com o cliente é conseguir diferenciação não só de imagem e marca que gera recall, mas que seja relevante o suficiente para motivar o consumo e provocar a conversão de vendas. Ou seja, é um processo de relacionamento muito tênue que envolve dois pontos distintos, porém conectores neste caso: a razão e a emoção.

Antes de colocar a mão na massa, é necessário conhecer os desafios com o intuito de criar ações eficazes no relacionamento com o cliente. Pensando nisso, a DOM Strategy Partners elencou abaixo os 8 principais desafios atuais do varejo no Brasil, fruto da interação com os 500 maiores varejista do País, ouvidos durante a composição da pesquisa “Multicommerce 2014”.

Veja abaixo:

  1. Competitividade Superior e Percebida em Ambiente de Excesso de Oferta e comunicação, players de outros setores, baixas fronteiras, comparação de preços, múltiplos canais e facilidades de pagamento.
  2. Implementação Efetiva do Multi-Varejo: Diversos formatos, canais e modelos.
  3. Desafio do Produto Certo, no formato certo, na hora certa, para pessoa certa, no momento/local certo.
  4. Agregação de Serviços e facilidades como diferencial de valor.
  5. Cadeias Eficazes como Fator Crítico de Sucesso: Agilidade, disponibilidade, entrega, controle, aprendizado, sustentabilidade.
  6. Relacionamento e Colaboração com consumidores e demais atores.
  7. Correta Equação PWR (Profitability WalletShare RelationshipValue) com diferentes Clusters e Segmentos de Consumidores: abordagem local/singular somada a global/acessível.
  8. Garantia de Feedback Contínuo Positivo Marca/Oferta ó Experiência Única: criação de links RAID (Razão, Emoção, Instinto e Desejo) com diferentes grupos de consumidores.

Portanto, é quase que obrigatório a empresa assegurar o processo de diálogo contínuo com os seus consumidores, indo além da comunicação por si só, para garantir a diferenciação através dos três “is”: informação, inovação e interatividade.

Especialista em Estratégia Corporativa, Top Management Consulting e Gestão de Ativos Intangíveis.


Daltonismo das Marcas

Meio & Mensagem, Março, 2017

Como fazer mais com menos após o boom da crise?

Portal Making Of - Janeiro, 2016

Opinião: Como fazer Mais com Menos

Portal Meio & Mensagem – Janeiro, 2016 (*) Por Daniel Domeghetti Crise! ...

Como fazer Mais com Menos após o Boom da crise?

Portal Revista Infra Outsourcing & WorkPlace - Janeiro, 2016

Como fazer mais com Menos após o Boom da Crise?

Portal Capital News - janeiro, 2016